quarta-feira, 29 de novembro de 2017

1º dia do Projeto " Racismo velado, que história é essa?" Professor Douglas e Professora Alice

Abertura - Professor Marcos Douglas -  O projeto, necessidades, objetivos, história.

Professora Maria Alice- Censo escolar, dados do IBGE.

D. Renata Rospi, nossa Coordenadora Pedagógica. A importância deste Projeto para o respeito às diferenças, contra o Racismo e qualquer tipo de discriminação e preconceito.

Abertura com o Hino Nacional.

Gabriel Silva - 1º A " Apresentação musical - O rap"

Apresentação dos dados da Pesquisa - Alunas do 2º C


Gustavo Scalabrin - 3º A  Os dados revelam: a População negra vive , estuda e ganha menos! Isso é racismo!

Professor Douglas - A história do racismo no Brasil - a ideologia da Igreja séc 16. - " O estatuto de pureza de sangue"
séc. 19 - A visão dada pela Biologia , o conceito de raça ( Evolucionismo, darwinismo) a suposta superioridade do homem branco. Séc 20 - O mito da democracia racial ( Gilberto Freyre). O racismo velado - Florestan Fernandes.

Horrana - 3º D " As diferentes formas de resistência e luta contra a escravidão no Brasil ( 1549-1888)
Quem foi Zumbi dos Palmares?


Professora convidada - Eliane Albregard, do CEI Ayrton Senna da Silva (PMSP)
O trabalho na educação infantil - histórias, músicas. A lei 10.639/03. Abayomi , boneca que simboliza a luta do Movimento Negro.
Poesia Religiosa de Souza Anamari recitada pelas alunas Stefani e Nathalia.


sexta-feira, 17 de novembro de 2017

Semana da Consciência Negra - Dias 21 e 22 de Novembro 2017.

Apresentações Culturais, palestras...


Dia 21/11/17 - No anfiteatro da Escola às 10 horas para os  1º A, B e C e os  3º A e B Ensino Médio

Dia 22/11/17 - No anfiteatro da Escola às 10 horas para os 2º anos e 3º C, D e E Ensino Médio

Organizadores e responsáveis : Professores Marcos Douglas ( História ) e Maria Alice ( Geografia)

PS - Aula normal  para todos, das 7 horas às 12h20 nos dois dias!

quarta-feira, 31 de maio de 2017

Gestão Democrática

Caríssimos,
Após vários encontros dos quais participaram Gestores, Professores, Funcionários, Alunos e Pais, comunicamos, que os trabalhos resultaram nas seguintes propostas já em andamento por esta Gestão.
1 - Estimular o diálogo como princípio de comunicação e participação em uma Gestão Democrática.
2 - Os alunos sentem a necessidade de aulas dinâmicas, atrativas e diversificadas.
3 - Os alunos da minha Escola respeitam pouco os professores e funcionários.
4 - Na minha Escola, alguns alunos praticam o vandalismo.
5 - Os alunos querem mais eventos culturais.
6 - Como estimular a participação democrática por toda a Comunidade Escolar.
7 - Como trazer a família para participar da vida escolar e dos Colegiados da Escola?
8 - Os alunos da escola não aceitam muito bem todos os alimentos oferecidos na Merenda Escola.
9 - Como incentivar a participação dos alunos no Grêmio Estudantil?
10 - Os alunos desejam  mais espaços na escola, durante os intervalos.

Att
Equipe Gestora

segunda-feira, 22 de maio de 2017

Você faz o conto.

O mistério da esfinge



Este é o título do conto narrado pelo Guilherme. A proposta veio da apostila. Após conhecer o gênero, através da leitura de um conto de Machado de Assis, pediu-se que os alunos criassem um conto. Deixamos livre para a paráfrase também. Como fez o Guilherme. Eis seu texto:


Um dia muito quente, estava muito calor, um cara estava no Egito à procura de ouro da pirâmide do Egito. Ele estava montado em um camelo e sem água para beber. Estava com tanta sede que já tinha engolido toda sua saliva. Ele precisava de água, mas não queria parar de procurar o ouro da pirâmide. Ele estava começando a dormir, pois começou a sentir sono, e do nada ele dormiu.
Algumas horas depois, acordou e estava em um oásis cheio d'água. Ele tentou beber a água do oásis, mas de repente acorda e descobre que era apenas um sonho, e continuava com sede.
Um tempo depois ele encontrou uma pirâmide, só que não era a pirâmide do tesouro. O que ele viu na pirâmide era um bebedouro de ouro, com joias do lado, mas quando ele chegou perto disso, percebeu que era uma miragem, e saiu da pirâmide aos poucos.
Um tempo depois, e ainda não tinha achado água, ele ainda estava em um camelo à procura da pirâmide do tesouro, quando finalmente encontrou. Mas não era uma pirâmide. Era a esfinge, e era lá onde o tesouro estava. 

Mas quando ele foi entrar, a esfinge falou: "Hei, para entrar, uma charada vai ter que decifrar..."
O homem, sem entender nada, respondeu: "Okay"
A esfinge então mandou a charada: "O que é que tem nariz mas não cheira e tem cabo mas não é vassoura? Você tem 3 chances. Senão será devorado!"
E o homem respondeu: "É o rodo."
E a esfinge: "Não! Agora restam só duas chances, ou será devorado!"
O homem então pensou: "O que será!?"
A esfinge disse: "Anda logo! Você tem dois minutos, ou eu o devorarei. Anda! Eu tenho fome!!"
O homem respondeu: "Eu não sei o que é!!" 
A esfinge disse: Você terá que descobrir, ou devorarei você!"
E o homem respondeu: "Sério!! Pois eu não sei o que é!"
E a esfinge disse: "É melhor responder logo. Estou prestes a te devorar!!"
E o homem pensou: "O que é? O que pode ser?" - logo ele disse: "O que tem nariz, mas não cheira, e tem cabo mas não é vassoura... Pois é um cabo com um nariz, ou se não for, eu te bato com um martelo!"
E a esfinge respondeu: "É impossível me bater... Espera! Você acertou! É o martelo! Pode entrar!
E o homem disse: "O martelo tem nariz?"
A esfinge respondeu: "Na parte que você martela. Pode entrar!"
E o homem entrou, só que quando ele entrou, começou  a passar mal, pois ele tinha bebido água fazia muito tempo. Então ele se sentiu fraco, mas continuou em sua procura pelo tesouro. Tinha percebido que o mapa estava na parede. Ele só precisava achar a sala do tesouro. Ele correu depressa para todas as salas, mas em nenhuma estava o tesouro.
Depois o homem continuou mal, e foi ficando cada vez pior, quando de repente desmaiou. Mas aconteceu um efeito na parede, que o levou para o fim da esfinge, e era lá onde o tesouro estava!
Mas o homem estava muito seco, por ficar muito tempo sem beber água. De repente uma fonte de água estava perto dele e não era miragem! Ele se levantou e conseguiu beber a água e finalmente pegou o ouro, mas era muito difícil levar todo o tesouro. Por isso ele teve ajuda de exploradores para levar todo aquele tesouro. 
Foi assim que ele entrou para o livro dos exploradores, e também assim conseguiu criar um museu egípcio rico.


Guilherme Vinícius Matos Fernandes, 1ªD/2017.



terça-feira, 2 de maio de 2017

Herbário

Coordenados pela professora Teodora (Biologia), alguns alunos coletaram espécies vegetais para compor o herbário do laboratório de nossa escola.




 O laboratório está ficando pronto. Nossos alunos estão engajados e participando diariamente da criação deste novo e importante espaço de pesquisa e aprendizagem. Parabéns aos envolvidos e a professora Teodora.


Visita às Etecs

Na primeira etapa da feira das profissões (que será realizada dia 06/05) os alinhamentoss dos primeiros anos do Ensino Médio, acompanhados dos professores Maria Alice (Geografia) e Renatto (História) tiveram a oportunidade de visitar a Etec Takashi Morita e a Etec Irmã Agostina. Confira as fotos e venha visitar nossa feira!









Conselho de Classe e Reunião de Pais e Mestres

Dias Aula / Reunião Reunião
18 Reunião gestão Democrática até o intervalo Após intervalo reunião dos professores do Conselho de Classe
19 Reunião gestão Democrática até o intervalo Após intervalo reunião dos professores do Conselho de Classe
20 Reunião gestão Democrática até o intervalo Após intervalo reunião dos professores do Conselho de Classe
05 Reunião de Pais e Mestres e Gestão Democrática com os Pais  -- Não haverá aula